Arquivo | windows RSS for this section

Apagar senha de Root no Mysql

Se vocẽ instalou o mysql e ficou um certo tempo se usa-lo e acabou esquecendo a senha de root que escolheu durante a instalação, não se desespere, basta seguir os os passos abaixo.

1. Pare o servidor Mysql (caso já esteja rodando):

#/etc/init.d/mysql stop

2. Inicie o servidor Mysql em modo de segurança e use –skip-grant-tables para pular as tabelas de usuario no momento do loggin.

#mysql_safe –skip-grant-tables

3. Execute o cliente Mysql  sem usuário:

$mysql

4. Ao entrar no shell do Mysql, selecione o banco de dados mysql:

mysql> use mysql;

5. Muda o campo senha do usuário root da tabela user:

mysql> update user set password = password(‘novaSenha’) where user=’root’ and host=’localhost’;

6. De um flush para gravar os dados alterados:

mysql> flush privileges;

Pode sair do cliente, reinicie o Servidor e pronto a senha de root esta alterada.

 

 

Anúncios

Usando o Kismet

O Kismet é um poderoso sniffer para rede wi-fi. É uma ferramenta útil tanto por crackers para colher pacotes de uma rede como por um administrador para verificar vulnerabilidade existente. O kismet poder ser baixado AQUI , ou baixando do repositório de sua distro.

Se estiver usando Debian e derivados:

#aptitude install kismet

Se estiver usando Red Hat e derivados:

#yum install kismet

Apos   a instalação deve-se configurar o arquivo kismet.conf da seguinte maneira:

# vim /etc/kismet/kismet.conf

Nesse exemplo eu optei por usar o vim, mas você pode escolher o editor de sua preferencia.

Altere a linha

source=rt8180,wlan0,addme

onde:

rt8180 é o driver da minha placa wireless;

wlan0 é o nome da interface de rede wireless;

addme é o nome que você quer a dar o conexão.

Apos realizar as configurações necessárias, o kismet pode ser executado (lembrete, deve-se executar o kismet sem esta conectado a nenhuma rede wireless):

Os pacotes são armazenados em /var/log/kismet/ para uma analise posterior.

Lendo arquivo em formato .djvu

DjVu (Déjà Vu, do francês), é um formato para guardar imagens e textos simuntaneamente, parecido com o formato pdf da Adobe. Tem como principal vantagem o fato de ter as especificações sobre licença GPL, ter maior versatilidade, nível de compressão e eficiência de transmissão que seu concorrente o pdf.
Foi desenvolvido para variar no Bell Labs da AT&T ( aliás só para lembrar, algumas das maiores invençoes de ultimo século sairam de lá. Ex.: o transistor, o Unix, o C e etc…). Assim como o pdf o djvu tambem precisa de um leitor. Para fazer o download do leitor para Windows clique aqui , caso vc use Línux basta procurar pelo DjView4 nos repositorios de sua distro.